Kayak revela sinais de retorno nas buscas por passagens aéreas

Kayak

O Kayak, metabuscador de viagens, criou um centro de dados que mostra as tendências de busca por passagens aéreas por parte dos viajantes, desde o início da pandemia até hoje. As pesquisas revelam que ocorreu uma quase paralisação nas viagens aéreas, os primeiros sinais de recuperação e o surgimento de novas tendências de pesquisa de viagens por parte do consumidor.

“Estamos disponibilizando nossos dados de pesquisa para informar e tranquilizar a comunidade de viagens”, disse Steve Hafner, CEO do Kayak. “Nosso setor tem um longo caminho pela recuperação, mas estou confiante com os sinais positivos nos resultados de pesquisa que estamos começando a ver.”

Retomada: o que os dados revelam

Segundo os dados coletados nas pesquisas, os voos nos Estados Unidos, França, Reino Unido e Alemanha atingiram o ponto mais baixo entre 6 e 8 de abril e começaram a subir em maio.  Já na América Latina, as pesquisas de voos continuam com tendência de queda. 

Por outro lado, no Brasil, por mais recente epicentro do vírus,as buscas por destinos internacionais começaram a se recuperar em um ritmo mais rápido do que as viagens domésticas no início de maio. No entanto, essa mesma tendência sofreu um grande golpe quando, em 26 de maio, os EUA anunciaram a proibição de viagens ao Brasil, um dos principais destinos internacionais para a maioria dos brasileiros.

Interesse por Centros Urbanos

Além disso, de acordo com a  atualização de 14/06/2020 do painel de dados do Kyak, os brasileiros também estão demonstrando vontade de viajar para grandes cidades metropolitanas, sendo Buenos Aires, Nova York e Orlando os destinos mais populares.

No entanto, as viagens domésticas se recuperarão primeiro. Em nível nacional, os brasileiros estão buscando destinos com praia como Recife (+13%), em Pernambuco, e Porto Seguro (+54%), na Bahia. Grandes cidades domésticas como o Rio de Janeiro e São Paulo parecem ter uma demanda muito fraca como destino.

Segundo a empresa, notícias sobre a redução de restrições estão motivando os viajantes. Em todo o mundo, cidades com restrições de viagens mais amenas estão ganhando impulso mais rapidamente. Nos EUA, são cidades do sul da Flórida, Texas e Geórgia. Na Europa, são cidades na Itália, França e Portugal. Na Ásia-Pacífico, as pesquisas na Coréia do Sul, Taiwan e Austrália estão retornando aos níveis de 2019 para alguns de seus principais destinos. Como a crise ainda está em andamento na América Latina, esta deve ser a última região a demonstrar sinais de recuperação, com os governos ainda definindo os planos de retomada.

O Kayak desenvolveu recursos para fornecer  informações aos seus usuários, incluindo um Mapa de Restrições de Viagem interativo, detalhando as restrições de entrada por estado e país e um Filtro de Políticas Flexíveis para identificar opções de viagem com cancelamentos gratuitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Post